49 3222 6401

simmmel@simmmel.com.br

Fazer gesto tributria essencial para sobrevivncia das empresas

Com o país vivendo um momento turbulento na economia, mais do que nunca o empresário precisa enfrentar o desafio de garantir a sobrevivência da empresa. Neste cenário, conhecer a legislação e trabalhar um planejamento tributário estratégico dentro da organização tornou-se mais eficaz do que nunca. 

O tema foi tratado durante encontro que comemorou o Dia do Empresário da Indústria – Serra Catarinense, que ocorreu na quarta-feira (09), no restaurante Pádua. Mais de 60 empresários participaram da palestra do consultor da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e especialista em negócios de alto crescimento, Vicente Sevillha Júnior.Vicente voltou no tempo relembrando uma época em que o Brasil conviveu com a alta inflação que chegou a inacreditáveis 80%. Depois, em 94, com a implantação do plano real a inflação estabilizou e os empresários acostumados com o aumento persistente e generalizado do valor dos preços dos produtos tiveram que se adequar para sobreviver em meio a nova realidade. “O Brasil vive uma crise, e os gestores precisam estar atentos. Os tempos mudam, mas não morrer continua sendo prioridade para as empresas”, diz o palestrante. 

Para ele, o empresário olha muito a produção, os funcionários, o associativismo, máquinas e novas tecnologias, mas esquece do ambiente de regulação e por não gerir direito seus tributos, perde a oportunidade de ser melhor que o concorrente. “É preciso que a liderança esteja atenta a todos os detalhes da empresa, inclusive entender da carga tributária”. Alerta para a implantação do bloco K, um novo sistema estabelecido pela legislação para que empresários prestem as informações sobre as produções.

“Aconselho a quem ainda não conhece profundamente o sistema que busque informações porque ele vem para apertar ainda mais o cerco para as empresas”.A ação faz parte do Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA), que tem como objetivo disponibilizar informações aos empresários. “Essas ferramentas proporcionam melhor conhecimento aos industriários para que eles sintam-se fortalecidos e estejam preparados para enfrentar os problemas e desafios da indústria”, destaca o vice-presidente da Fiesc na Serra, Israel Marcon

 

Fonte: Texto e fotos: Catarinas

49 3222 6401

simmmel@simmmel.com.br

Rua Nossa Senhora dos Prazeres, 102

Centro - Lages/SC

CEP 88502-230